quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Simples assim.


Não sei o que dizer. Simples assim. Como se todas as palavras tivessem fugido. Para onde será que elas vão, quando nos escapam?
Está calor aqui. Meu ouvido esquerdo dói. O dia está estranho. Parece que ele também quer me sufocar... Nos meus ombros o peso das minhas decisões. Preciso de uma massagem.

Enfim...

Nenhum comentário: