terça-feira, 4 de novembro de 2008

Logo ali.


Sou filha de pais separados, e minha mãe, guerreira, sempre trabalhou muito para cuidar de mim e dos meus irmãos. Eles casaram cedo e logo ficamos só nós duas.
Precisamos mudar de cidade várias vezes, em busca de oportunidades e melhoria de vida. Eu ficava chateada e sofria muito a cada recomeço. Era difícil deixar pra trás a casa antiga, os amigos, a escola...
Agora que já sou crescida, entendo que cada mudança era pra melhor. Tenhos amigos de todos os tipos, espalhados por todos os lugares!

Às vezes, a vida nos coloca contra a parede e temos que tomar decisões difíceis. Abrir mão de alguma coisa agora, para lá na frente conquistar algo melhor... e maior! É claro que dar o primeiro passo, rumo ao desconhecido, assusta. Mas é só começar a caminhar que tudo vai ficando mais claro e se tornando familiar.

E, quanto ao amor, se for verdadeiro, não existe fronteiras, nem distância que possa mudá-lo.
Enfim...

Nenhum comentário: