sábado, 24 de janeiro de 2009

Diário Quintanesco de Viagem Parte 4. Bônus e Extras.


Itu - São Paulo. Voltamos do Mato Grosso do Sul há dois dias. O calor lá estava do mal, choveu bastante, nossa franja enrolou, mas essa viagem, com certeza, foi inesquecível! Ainda temos muita coisa engraçada pra contar.

Desde de o Natal, e como eu e Sandy estávamos fora de casa e longe do nosso PC, sofremos com as crises de abstinência de internet e photoshop. Queríamos editar nossas fotos do final do ano e as que estávamos tirando na viagem, então tratamos de arrumar um jeito de conseguir o programa que estávamos precisando. Bom, o calor por lá não é brinquedo não. Durante o dia não dá pra ficar batendo perna com o sol queimando o quengo. O lugar mais fresquinho da cidade era a lan house e o Bradesco, por causa do ar condicionado. Como não tinha a menor graça ficar a tarde inteira dentro do banco, viramos frequentadoras assíduas da lan. Numa tarde dessas, enquanto nós enchíamos a paciência dos nossos amigos com piadas que só nós duas entendemos, pedi pra alguém me mandar o photoshop. O download durou mais de 3 horas e no final da tarde, quase que nossas calças ficam por lá para pagar a conta. Valor do prejuízo: R$36,00. Saindo de lá, já tarde da noite, fomos comprar pão pra levar pra casa. Aí deu vontade de comprar uma Coca. Perguntei pro moço da padaria ( que não ia nem um pouco com a nossa cara - não sei porque, juro! ): -Quanto custa a Coca de um litro e meio? Ele: - R$3,65. Eu: - E a de dois litros? Ele: - R$4,25. Eu: Nossa, mas isso aqui é petróleo? O moço nem se deu o trabalho de responder. Eu e Sandy tendo mais um ataque de riso rotineiro e o homem da padaria lá, nos olhando com cara de bravo. Aí eu: -Tá moço, bote na sacola esse petróleo que vou levar. A galera por lá não tinha muito senso de humor. O.o Os dias que ficamos lá voaram e logo chegou o dia de ir embora. Na volta, depois de mais de 8 horas dentro de um ônibus, desembarcamos em Campinas. Subimos para comprar a passagem para cá, com o estômago roncando. Decidimos comer alguma coisa, enquanto esperávamos o próximo ônibus para a 'cidade onde tudo é grande'. Chegamos no balcão e pedimos dois pães de queijo e dois chocolates quentes. Pequenos. A moça do caixa cobrou. R$10,00. Aí a outra moça nos entregou nosso café da manhã. Dois pães que mais pareciam batatas velhas e 50ml de chocolate. Tem noção? Por dez contos! Foi inevitável. Uma crise de riso às 6 da manhã. Sandy disse: 'Meu, eu gastei dez reais nessas batatas velhas. Chegando lá vamos ter que comer de novo!' hauahuahua... Foi do mal. Aí já em Itu, pegamos um táxi para finalmente chegar no apartamento. Na hora que sentamos no carro do homem eu olhei pra Sandy e 'hunf!', ela já entendeu a piada e começamos a rir. O táxi estava muito fedido. Alguém deve ter feito xixi lá, certeza. Bom, chegamos e nos jogamos na cama. Dormimos até às duas da tarde e depois saímos para comer. O dia foi ótimo. Ontem fomos passear pela cidade e conhecemos pessoas legais. Mas isso é assunto pra outro post. Mesmo estando aqui, a viagem continua.

Enfim...

Um comentário:

Sandy disse...

Meu Deus se me contasse eu não acreditaria nessa história Mas eu tava lá!
rsrsr
Rir até a barriga doer.