sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

A Cidade Sem Ninguém

'Nesta cidade não havia ninguém. Na cidade havia casa e janelas iluminadas. Mas não havia ninguém nas ruas. Olhei por uma das janelas tinha uma pessoa... Mas ela estava com um deles. Olhei dentro de outra casa. E a pessoa também estava com um deles. Esta cidade é igual a todas as outras. É divertido estar com um deles, mais divertido do que estar com outra pessoa. Por isso, ninguém mais sai nas ruas. Não há ninguém nesta cidade. Eu farei uma jornada. Irei para outras cidades. Eu queria que alguém me achasse. Alguém só para mim. Mas, quando esse alguém só meu passar a gostar só de mim... Será a hora de nossa separação. Ainda assim eu quero achar alguém só para mim. Pensando nisso, eu continuo vagando por outra cidade sem ninguém... Alguém só para mim.
Eu sabia. Não há ninguém nesta cidade também. As pessoas estão com um deles. Não despertam do sonho agradável de estar com um deles. As horas que passam com um deles são um sonho... São momentos envolventes como um devaneio. Eles realizam qualquer desejo. Eles fazem como as pessoas querem que façam. Eles são como as pessoas querem que sejam. Eles não são pessoas por isso podem se tornar o sonho dessas pessoas. Mas existe uma coisa... que eles não podem fazer. Eles não podem se tornar pessoas. Podem substituir uma pessoa. Mas não podem ser uma pessoa. Eu sei muito bem disso. Sei muito bem porque eu sou eu. Eu continuo em busca de uma pessoa só para mim. Alguém que goste de mim pelo que eu sou. Alguém que goste de mim mesmo que eu não possa realizar seus sonhos. Mas...A minha outra eu me diz...
-Existe mesmo? Uma pessoa assim?
Eu gostaria que existisse.
-Essa pessoa irá gostar só de mim?
É isso que eu espero.
-Essa pessoa não irá querer nada de mim?
Se não for assim... Se essa pessoa não puder gostar de mim pelo que eu sou essa não é a pessoa só para mim.
-É mesmo?Mesmo.
-Existe de verdade?
De verdade.
-Então...Cadê essa pessoa?
Acho...Que está próxima de mim num lugar não muito longe... Acho que existe alguém que eu possa gostar.Mas...
-E se essa pessoa não gostar de mim? O que fará? Se essa pessoa gostar... de alguém que não seja eu?
O coração das pessoas não pode ser apagado ou ampliado como o de um deles. Por isso é complicado mudar uma decisão tomada por uma pessoa. Sei disso. O coração das pessoas muda com rapidez. Mas também existem coisas nele que não mudam. O sentimento de gostar, então, é uma coisa que não muda com facilidade.
-Nesse caso, o que você fará?
Nesse caso, eu terei que tomar uma decisão. Decidir... E fazer aquilo que devo fazer. Eu, junto com minha outra eu. Posso fazer qualquer coisa. Mas... Eles podem fazer qualquer coisa. Porque foram feitos para isso. Podem ser mais bonitos que os verdadeiros. Podem ser mais inteligentes que os verdadeiros. Do jeito como as pessoas querem. Do jeito como as pessoas desejarem. No lugar que quiserem pelo tempo que desejarem. Assim.... Eles carregam as pessoas para um sonho. Um sonho que não desperta.
-Mas... Isso faz as pessoas realmente felizes?
Eles foram concebidos para fazer as pessoas felizes.
-Mas... Será que as pessoas são realmente felizes junto deles? Existe felicidade aqui na cidade sem ninguém?
Eu não sei. Só sei... que a felicidade de cada um é diferente. As pessoas não são iguais. Cada uma é diferente da outra. Mesmo que uma pareça infeliz aos olhos da outras... Ela pode estar feliz por dentro. Os corações das pessoas possuem cores e formas diferentes. Caminhando no tempo e no espaço, o coração ainda pode mudar sem parar. Não existe um que seja igual ao outro. Por isso... A felicidade também não é única.
-Então... Eu também posso ser feliz?
Espero que sim. Quero encontrar a pessoa só para mim e uma felicidade só minha. Um sonho irrealizável.
Eu cheguei a uma nova cidade. E eles estão aqui. Não existe mais lugar sem um deles. As pessoas estão com um deles. Existem tantos deles quanto pessoas no mundo. Mas... A pessoa só para mim é única. Só que ainda não a encontrei...
Uma pessoa aparece...
-Você é uma pessoa.
( Dá a mão para ela) O quê? O quê significa essa mão?Quer que eu a segure?
( Levando-a para sua casa ) Para onde você quer me levar? Esta é a sua casa? Por que me trouxe até aqui? O que quer...? (Carinhos)
-Você... É a pessoa só para mim?
Pode ser que sim. Mas... Talvez essa pessoa tenha me trazido porque eu também sou um deles. Talvez essa pessoa acredite que eu satisfaça seus sonhos. Mas existe um único sonho que eu não poderei satisfazer para essa pessoa. Se eu satisfizer esse sonho... Então eu... Eu terei que dizer adeus para a pessoa só para mim. Pouco a pouco. Desde que você me trouxe para cá um tempinho já se passou. Você continua saindo, mesmo eu estando com você. Saindo, você aprende coisas novas e depois volta e me conta o que aprendeu. Você me leva para sair também. Apesar de eu ser um deles. Você me fala que eu posso fazer o que eu quiser com aquilo que é meu. Pouco a pouco o nosso tempo vai aumentando. Pouco a pouco este lugar se torna nosso espaço. Pouco a pouco à distância entre mim e você vai mudando.
-Mas a distância está diminuindo? Ou está aumentando?
Não sei.Mas eu gostaria de diminuí-la. Só que tudo pode acabar igualzinho a antes. Não será igual. Esta pessoa não é igual àquela pessoa. São pessoas diferentes. Cada pessoa é diferente da outra. Ainda que fossem parecidas. Não existe um coração igual ao outro. Por isso não acabará igual ao que aconteceu antes.
-Então essa pessoa é a pessoa só para mim?
Não sei. Mas... Estou começando a sentir que essa pessoa seja ela. Estou começando a sentir que eu quero... Pouco a pouco... Pouco a pouco... Encontrar a felicidade aqui neste lugar, aonde fui trazida. Mas... Certamente virão atrapalhar. Virão para me atrapalhar a encontrar a pessoa só para mim. Além do mais, aquela pessoa me trata bem. Mas não é porque eu seja eu. Aquela pessoa é gentil. É gentil com qualquer pessoa. E com qualquer um deles. Sim. É verdade que aquela pessoa não é gentil somente comigo. Mas, mesmo sendo gentil com todos. Cada ato generoso é único. Ele não pode ser igualmente generoso com todos. Porque aquela pessoa é uma pessoa. Sim. O coração das pessoas nunca é igual. O coração das pessoas muda pouco a pouco todos os dias. Porque assim é uma pessoa. Pode ser diferente. Não precisa ser igual para sempre. Se, pouco a pouco... Essa pessoa conseguir encontrar em mim algo que seja diferente dos outros... Se essa pessoa for capaz de gostar de mim pelo que eu sou...Se for assim... Talvez nós possamos ser um pouco diferentes do que éramos antes.Talvez eu não precise perder aquilo que é mais importante. Do jeito como perdi antes. Aquilo que é mais importante.Tanto para eles quanto para as pessoas. É muito importante. Não deve se perder.É a prova de que eu sou eu. A prova mais importante. Essa prova dirá para mim quem é a pessoa. A pessoa mais importante... A pessoa só para mim. Encontre-me.
Uma vez eu perdia aquilo que é mais importante. Eu também tive... Uma experiência muito dolorosa.Uma experiência muito, muito dolorosa...Que me aperta o coração até hoje. Eu perdi aquilo que é mais importante... Mas continuo sentindo dor... Continuo sofrendo. Mesmo assim estou procurando. Por isso estou procurando. Eu sou eu. Eu sou um deles. Como eu sou eu. Como eu não sou uma pessoa... Ainda assim... Por isso mesmo... Eu busco a pessoa que goste de mim por eu ser eu mesma... Eu busco a pessoa que eu goste por ela ser ela mesma. A pessoa só para mim. Eu compreendo você. Eu sou você. Você é eu. Por isso entendo. Tem uma pessoa dentro de mim que enche meu coração. Quando essa pessoa ri, eu fico feliz. Quando essa pessoa está perto de mim, eu fico feliz. É verdade. Para mim, quando aquela pessoa está feliz, eu fico feliz. Aquela pessoa é especial, é diferente das outras.
Então você encontrou... Algo que existe naquela pessoa que é diferente das outras. Algo que é especial naquela pessoa por ser somente dela. Você encontrou... Alguém que é importante... Alguém que é especial... A pessoa só para você. É muito bom descobrir... Algo que aquela pessoa não pode fazer. E algo que só aquela pessoa consegue fazer. Assim como eu encontrei... E passei a gostar daquela pessoa por ela ser ela... Espero que ela encontre em mim... Aquilo que eu posso fazer por eu ser eu... Aquilo que não posso fazer por eu ser eu. Espero que ela encontre isso... E que depois... Passe a gostar de mim... Por eu ser eu mesma. No meio de toda a multidão... Eu quero que aquela pessoa me descubra. E que passe a gostar só de mim.
-O que é gostar? Existe um sentimento dentro de mim. Esse sentimento é muito terno... Mas me faz sofrer. Quando penso naquela pessoa este sentimento me preenche.
-Você sente o mesmo por todos?
Não só sinto quando penso naquela pessoa.
-O que acontece quando você está junto daquela pessoa?
Sinto um calor gostoso. (Apontando para o coração) É como se aqui em mim brilhasse.
-Mas e quando não pode estar junto dessa pessoa?
(Continua apontando para o coração)Dói. É uma dor muito forte, bem aqui.
-Você acha que morreria?
Nós não morremos. Como não temos vida, não podemos morrer.Isso mesmo não morreremos. Mas acontece algo muito parecido com a morte. Porque nós somos um deles. Espero que você possa ser feliz junto com "A pessoa só para você".
-Mas... E se eu não puder ser feliz?E se a pessoa só para mim descobrir o que eu posso fazer e o que eu não consigo fazer...E não me escolher?
Nesse caso... Ele terá que decidir sobre mim e sobre nós.
-Está doendo?
Está. Se a pessoa só para mim não me escolher...Acho que aqui irá doer tanto... Que eu poderei parar. A dor que está sentindo é muito forte. Uma dor tão triste que pode até nos quebrar. Não tem ninguém nesta cidade. Mas... As pessoas riem alegremente dentro de suas casas. Será que essas pessoas são felizes?E... Será que eles são felizes? Eu estou na cidade sem ninguém. Estou andando pela cidade sem ninguém. Eu tenho muita vontade de me encontrar com aquela pessoa. Muita, muita vontade. Eu fico muito alegre quando penso naquela pessoa. Eu sofro muito quando penso naquela pessoa. Eu fico muito contente quando penso naquela pessoa. Eu fico muito triste quando penso naquela pessoa.Tudo que sinto quando penso naquela pessoa é muito forte.Talvez isso seja "gostar".Se for isso... A pessoa de que eu gosto...A pessoa só para mim, é... Um calor no coração.
Nesta cidade não há ninguém. Mas... As luzes que iluminam as casas... São brilhantes e aconchegantes. Eu estou na cidade sem ninguém. Mas eu não me sinto triste nem solitária.Um calor preencheu meu coração. Eu sou um deles, mas estou feliz. É porque eu gosto daquela pessoa. Quando alguém gosta de outro... É bom. Não importa se é humano ou não. Esse sentimento nos embala e nos protege. Se isso deixa meu coração com tanto calor... Se isso faz eu me sentir tão bem... Acho que todos deveriam ter alguém para gostar. Acho que todos deveriam ter o seu amor correspondido. Quando alguém gosta de outra pessoa... E a considera realmente importante... Aí sim... Este mundo fica repleto de felicidade. Nesse dia... Aqui... Será a cidade sem ninguém infeliz. A cidade importante onde mora... a pessoa só para mim.'

Texto retirado de Chobits, da Clamp.
Enfim...

Nenhum comentário: