sábado, 18 de julho de 2009

Conjugando o verbo conviver.

Como disse Clarice Lispector:

- Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro...

É isso. Convivendo e aprendendo.

Enfim...

Um comentário:

mig disse...

Viver por completo? Clarisse dá o tom - "não copie uma pessoa ideal, copie você mesma". Isso me lembra um poema de 13 anos atrás, que guardo com carinho, começa assim: "Seja você, ao invés de ser os outros, Lute com você, e não lute contra os outros, Corrija-se, antes de corrigir os outros, Seja você!". 1996. Acho que aprendi essa lição! Abraços para o lindo casal, que Deus ilumine vocês eternamente. Miguel.