quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Pois é.

Para nós, mulheres, não há terapia mais eficaz que cortar o cabelo, fazer a unha ou comprar uma blusa nova, um sapato ou um anelzinho de camelô. O valor não importa. E o que nos faz sentir bem é colocar pra fora as mudanças que sofremos com os baques da vida.
Nossa geração é privilegiada. Há pouco tempo atrás usar calça era um escandalo, assim como trabalhar fora. Não que as coisas estejam fáceis, precisamos nos desdobrar para dar conta da casa, do trabalho, da família e da nossa aparência, mas pelo menos temos a liberdade de escolher que caminho seguir.
Enfim...

2 comentários:

Samuel Quintans disse...

Thanks pela visita!

Beijokas e pipokas!

Samuka

Samuel Quintans disse...

adorei a mensagem!
apareça sempre!